15 de jul de 2011

SBT suspende depoimentos em "Amor e Revolução"

IMAGEM: José Dirceu, ex-Ministro-Chefe da Casa Civil, também concedeu depoimento à novela

Depois de suspender o beijo gay entre dois homens e o envolvimento entre dois padres em "Amor e Revolução", o SBT cortou os depoimentos das pessoas que viveram os anos da ditadura militar no país.

As declarações que ainda não foram exibidas no final dos capítulos da trama não deverão ser aproveitadas.

De acordo com o blog Outro Canal do jornal Folha de S.Paulo, o autor Tiago Santiago diz desconhecer os motivos do corte. Já o SBT afirma que deixará de veicular os depoimentos por não conseguir gravar com algum militar ou ex-militar.

A emissora vinha exibindo apenas os testemunhos de pessoas que se opunham ao Governo Federal na época, o que, na opinião de seus diretores, é errado e injusto.

Vale lembrar que o canal, antes mesmo de estrear "Amor e Revolução", vinha buscando um depoimento da presidenta Dilma Rousseff, que foi militante política e chegou ser presa, mas não aceitou o convite do SBT.

Artigos Relacionados

0 comentários: