15 de jul de 2011

Justiça condena afiliada do SBT a pagar indenização para prefeito

A TV Descalvados, afilida do SBT em Cáceres-MT, foi condenada nesta terça-feira (12) pela Justiça e deverá pagar uma indenização por danos morais equivalente a R$ 70 mil ao prefeito da cidade, Túlio Fontes. Ele foi ofendido em uma edição da extinta versão local do "Aqui Agora", em 2001, apresentada por Edmilson Campos

O juiz Alex Nunes de Figueiredo, da 4ª Vara Cível da cidade, ainda classificou o programa como "excremento televisivo", e acha uma pena que programas sensacionalistas como este tenham sequer existido.

Vale lembrar que, em uma ação movida em 2003, a emissora já havia sido condenada a pagar R$ 480 mil a primeira-dama Gisele Castanha Fontes. Devido a sentença, diversos equipamentos e bens da emissora já foram confiscados pela Justiça (foto), que chegou a levar, inclusive, antena da emissora, deixando a TV Descalvados fora do ar. Mesmo com toda a apreensão, o valor da indenização ainda não foi alcançado.

O grupo local de comunicação pertence ao ex-prefeito Ricardo Henry e seu irmão, o deputado federal e secretário de Saúde do Estado Pedro Henry (PP), e também conta com uma afiliada da TV Record (TV Pantanal) e uma emissora de rádio.

O ex-prefeito de Cáceres, Ricardo Henry, informou ainda não ter conhecimento da decisão do juiz, disse que conversará com seus advogados e, a partir disso, tomará as providências cabíveis.

Artigos Relacionados

0 comentários: