19 de jul de 2009

"Custe o que Custar" faz paródia de reality show para revelar 8º repórter

or Daniel Castro

A Band lança amanhã (20/07) um concurso para selecionar o 8º repórter do "Custe o que Custar". Será uma brincadeira de quase dois meses com os formatos de reality show. O vencedor assinará um contrato de seis meses.

"Vamos parodiar os realities, convidar as famílias dos candidatos para ficar na plateia, mostrar como eles vivem", anuncia Marcelo Tas, âncora (ou primeiro-repórter) do programa.

Amanhã (20/07), Tas anunciará a abertura das inscrições, pela internet. O candidato terá de enviar um vídeo pelo correio.

A produção do "CQC" estima receber entre 1 mil e 2 mil inscrições. No programa de 10 de agosto, serão anunciados os nomes de 32 selecionados.

Esses candidatos passarão por várias etapas. Em duas delas, serão avaliados por Danilo Gentili, Rafael Cortez, Felipe Andreoli e Oscar Filho.

"Os repórteres vão testá-los com coisas que aprenderam no 'CQC'", afirma Tas.

Os 8 'sobreviventes' serão em seguida avaliados por um júri de convidados -representantes das 'vítimas' e especialistas em 'escapar' dos repórteres do programa. "Vamos convidar um político, um artista, um jornalista", anuncia Tas.

Restarão quatro finalistas, que serão sabatinados ao vivo por Tas, Rafinha Bastos e Marco Luque, em 14 de setembro.

Segundo Tas, não há uma expectativa sobre o perfil do vencedor. "Queremos ver o que vai chegar. Pode ser homem, mulher, jovem, velho", diz.

O telespectador também votará pela internet. Mas, antes que acusem o programa de fraude, o que é comum nos reality shows, Tas avisa: "O público terá peso, mas a decisão será nossa, subjetiva".

Artigos Relacionados

0 comentários: