27 de out de 2011

Jornalista da TV Globo é apontado como espião dos Estados Unidos

atualizado às 21h03

Bafão na redação da TV Globo! O jornalista William Waack, que comanda o "Jornal da Globo" ao lado de Christiane Pelajo, está sendo apontado como informante da Casa Branca, residência oficial do presidente dos Estados Unidos.

Documentos sigilosos da Wikileaks, e confirmados pela responsável pelo site no Brasil, Natalia Viana, citam William em três oportunidades como autor de informações para o governo americano: na primeira, o jornalista teria sido responsável por mostrar o lado positivo das relações do Brasil com os Estados Unidos no jornal O Globo em maio de 2008; na segunda, em agosto de 2009, o profissional das Organizações Globo informou aos americanos que José Serra e Aécio Neves fecharam candidatura a presidente e vice-presidente, respectivamente, para o ano seguinte, o que não aconteceu; já na terceira, em fevereiro de 2010, Waack enviou impressões sobre os candidatos para a presidência do país, dizendo que considerava Ciro Gomes como o mais preparado, Serra como claramente competente e Dilma Rousseff como uma candidata incoerente.

William Waack teria sido, então, escolhido por autoridades do Departamento de Estado dos Estados Unidos como infiltrado da CIA, agência de inteligência norte-americana, para publicar na mídia brasileira aquilo que fosse mais conveniente para a política externa dos americanos, provados em documentações sigilosas.

Artigos Relacionados

0 comentários: