7 de ago de 2009

TV Globo veta patrocínio do "BestShopTV" ao time do Barueri

O Grêmio Barueri, que disputa a 1ª divisão do "Campeonato Brasileiro", acusa a Rede Globo de vetar o patrocínio da empresa "BestShopTV" ao clube.

A equipe, que está com salários atrasados, diz que não pode quitar as pendências porque a Globo vetou o acordo feito entre o Barueri e o programa de vendas ligado à Fundação Cásper Líbero, mantenedora da TV Gazeta.

Em entrevista, o presidente do clube, Marcos Antônio Monteiro de Almeida, acusa a TV Globo. "O contrato não foi para frente, pois a emissora de TV que detém os direitos do 'Brasileirão' considerou uma afronta aos seus interesses. O contrato é confuso. Mas o Barueri é o clube mais novo da Série A. Qual é a voz que temos? Nenhuma", reclamou o dirigente.

Em julho, o clube havia firmado parceria com a empresa "BestShopTV". O Barueri receberia R$ 1,3 milhão para estampar a marca do patrocinador por 6 meses. No entanto, o contrato foi suspenso após notificação da TV Globo, que considera o acordo assinado pelo clube lesivo ao artigo 27 da Lei Pelé.

A Central Globo de Comunicação, em nota, manteve seu posicionamento, informando que a Lei Pelé determina que nenhuma emissora ou programa de TV possa ser patrocinador de um clube de futebol.

Na foto, o atacante Romário


O episódio mais polêmico envolvendo a marca de uma emissora de TV em um uniforme de clube de futebol aconteceu na final da Copa João Havelange em 2000. Na ocasião, o então presidente do Vasco Eurico Miranda, para provocar a emissora de Roberto Marinho, entrou em campo com o logo do SBT no uniforme (foto).

Artigos Relacionados

0 comentários: