10 de jul de 2009

Pela primeira vez Gugu revela detalhes de sua ida para a Record

Chegou ao fim na segunda-feira (06/07) a novela da transferência de Gugu Liberato (foto) para a Record após 35 anos dedicados a Silvio Santos. Nesta semana Gugu oficializou sua ida para a emissora de Edir Macedo, onde deverá passar pelo menos os próximos 8 anos de sua vida.

No dia em que o casamento entre Gugu e o SBT foi desfeito, houve uma longa conversa entre o animador e o até então patrão na qual houve, além de recordações, a liberação da multa rescisória. O valor que Silvio Santos abriu mão é de cerca de R$ 9 milhões.

Sem qualquer tipo de vínculo com o SBT, Gugu Liberato deu sua primeira entrevista como contratado da Record nesta semana. O apresentador conversou com a revista Veja e falou sobre sua saída do SBT e de seus projetos futuros.

Gugu revelou pela primeira vez os motivos que o levaram a trocar o SBT pela Record. O loiro confessou que a questão financeira teve grande valor e que ficou insatisfeito ao ver seus rendimentos no SBT caírem pela metade na última renovação contratual.

Gugu também teve que acumular funções das quais não acredita serem compatíveis com um apresentador. Entre essas difíceis tarefas estava a decisão de reajustar os salários dos profissionais de sua equipe e o planejamento de gastos da produção. As novas atribuições haviam chateado Gugu.

Além do mais, Gugu esclareceu que estava chateado com a falta de divulgação do "Domingo Legal" em campanhas publicitárias. Em uma delas o SBT convidava anunciantes a investir em atrações como a "Hebe", "A Praça é Nossa" e "Programa Silvio Santos". O "Domingo Legal", que por anos foi a maior audiência da casa havia ficado de fora.

Gugu Liberato também se pronunciou pela primeira vez quanto a alteração de horário do "Domingo Legal" tão logo foi fechado seu contrato com a Record. O programa passou a ser exibido às 12h e houve ameaças de rompimento por parte de patrocinadores e anunciantes.

Gugu confessou que prefere não acreditar que tal medida tivesse sido tomada como "retaliação". O animador disse que em todas as outras vezes que seu horário foi alterado Silvio Santos havia lhe contatado pessoalmente, o que não aconteceu dessa vez. "Eu sei que isso não partiu do Silvio", disse Gugu.

Em relação ao seu futuro profissional Gugu foi questionado sobre a promessa feita pela Record de um talkshow. O apresentador confirmou e disse que seu contrato chegará ao fim quando tiver 58 anos e que não pode garantir que terá disposição para estar a frente de um programa de auditório.

Entre as causas elencadas por Gugu estão as inovações tecnológicas, como celular e internet, que podem preencher a lacuna representada por esse filão. Gugu acredita que talkshows nunca deixarão de existir, afinal sempre existe um assunto atual para se discutir com uma segunda pessoa.

Já sobre sua atração principal, o "Programa do Gugu", o animador responde que terá total liberdade para trazer os convidados que bem entender. Isso inclui os padres, que até então sempre se mantiveram afastados das instalações da Record, controlada pelos bispos da Igreja Universal.

Gugu poderá trazer o padre Marcelo Rossi, padre Robson de Oliveira, padre Antônio Maria ou até mesmo o padre Fábio de Melo, que ainda não conhece mas que já fez um convite para ir ao seu programa.
  • O "Programa do Gugu" tem data prevista de estreia para o dia 09 de agosto, na Record.

Artigos Relacionados

0 comentários: