21 de jul de 2009

"No Limite 4" estreia numa quinta-feira; reality foge de "A Fazenda"; conheça as regras

Na próxima quinta-feira (30/07) a Globo estreia mais uma edição do reality show "No Limite" logo após "A Grande Família". O programa contará com provas ao vivo e novas regras.

A data escolhida para estrear o reality fugirá do confronto direto com "A Fazenda", da Record, que aos domingos exibe as suas eliminações.

A apresentação será de Zeca Camargo (foto) e terá ao todo 20 participantes vindo de regiões diferentes do Brasil, que ficarão divididos em 2 tribos de 10 integrantes cada, que disputam o prêmio final de R$ 500 mil.

O 2º e o 3º colocados receberão, respectivamente, R$ 100 mil e R$ 50 mil. Para colocar a mão nessa bolada, o vencedor tem que sobreviver às provas, às dificuldades da natureza selvagem e ao julgamento do público.
  • ELIMINAÇÕES:

"No Limite" terá 2 eliminações ao vivo: uma na quinta-feira e outra no domingo. A grande novidade é a participação do telespectador no destino dos jogadores. Boninho, diretor do programa, avisa: "Os participantes têm que 'disputar' por comida e melhores condições para enfrentar os dias difíceis que terão por lá. Algumas provas dão a imunidade a uma tribo, mas é o público que ao final de cada Portal escolhe quem fica e quem sai". A votação ocorre por telefonemas 0300, pelo site do "No Limite" e através do celular, via mensagens SMS.

  • REGRAS:

Os participantes passarão por provas de resistência, habilidade e raciocínio. Os participantes, com profissões diferentes e entre 25 e 45 anos, são obrigados a dormir cada qual no acampamento de sua equipe as tribos Manibu, de cor laranja, e a Taiba, azul. As tribos estão distantes entre si, aproximadamente 40 minutos. O Portal também está a 40 minutos das tribos e todos os deslocamentos são feitos a pé.

As provas acontecerão às segundas, terças, sextas-feiras e sábados. Quem vencer, ganhará regalias como facas, cantil ou até comida. Outras provas darão como prêmio à tribo vencedora mantimentos e outros itens de sobrevivência. Uma vez por semana, os jogadores têm um merecido descanso e podem curtir passeios e festas.

A direção de núcleo é de Boninho e a direção geral é de Carlos Magalhães, Luiz Paulo Simonetti e Roberto Naar. A cenografia fica por sob o comando de Leila Moreira e a direção de Arte de Luis Fernando Cardoso.

Artigos Relacionados

0 comentários: